+351 934 263 216

info@sonodesonho.com

O meu bebé dorme mal. Devo ensiná-lo a dormir?

O corpo humano está desenhado para o descanso, para o sono. Assim como temos a necessidade fisiológica de respirar, comer, urinar, também precisamos de dormir para nos mantermos vivos e funcionais.
O sono é, portanto, um processo natural. Por isso, quando estão reunidas as condições adequadas, um bebé simplesmente adormece.
Então, quando um bebé dorme mal, a resposta ao problema passa por procurar reunir as tais condições ideais para o sono, procurar o que favorece a sua qualidade ou, simplesmente, eliminar empecilhos (barulho, por exemplo).

O sono não deve ser encarado como um comportamento que se aprende, mas sim como uma função orgânica vital do corpo humano.
Quando se fala em “ensinar o bebé a dormir”, geralmente vem a referência ao “treino de sono”, que pode passar por aplicar métodos que condicionam o bebé a deixar de chorar a meio da noite (o famoso “cry it out”, o método da extinção, entre outras variantes).
Choro é comunicação. Não deve, por isso, ser ignorado, muito menos em bebés.
Perante noites seguidas de despertares nocturnos recorrentes ou sestas curtas, o importante é chegar à raiz do problema, perceber porque é que isso acontece.
Para isso, é preciso parar e olhar o bebé em todas as suas dimensões (fisiológica, emocional), perceber como comunica e se integra no ambiente que o rodeia. Só assim conseguimos percebê-lo e ajudá-lo a resolver a interrupção do sono, o desconforto.

E agora vem a pergunta: se é um processo natural, que nos é inato, porque é que temos tantos problemas com o sono, não só dos bebés mas também dos adultos?
Porque nós, seres humanos, procuramos adaptar a nossa necessidade de descanso ao estilo de vida que levamos. No caso de um bebé recém-chegado à família, implica adequar o seu descanso ao dos pais e também a toda a dinâmica familiar. E de certas incompatibilidades nascem os tais problemas de sono.
Ninguém disse que seria tarefa fácil…


Fonte da imagem:
http://www.johnsonsbaby.com